New Exportec | Móveis e Decoração
Pré-Loader

Serviços | Drywall

Nossos Serviços

Drywall

Tenha o processo de construção civil
limpo, rápido, econômico e racional com Drywall

Vamos dividir um ambiente sem perder espaço? Quer isolar o barulho dos vizinhos, montar uma estante para sua TV ou colocar uma iluminação no teto sem precisar fazer reformas extravagantes? Estas são algumas características do Drywall ou placa de gesso.



Mas Afinal, o que é Drywall?

A Placa de Gesso ou Drywall é uma tecnologia de construção que substitui as vedações internas convencionais (paredes, tetos e revestimentos), dando a possibilidade criar praticamente tudo com Drywall dentro de qualquer tipo de edifício.

Graças a sua versatilidade é possível dividir ambientes sem perder espaço, ter um melhor isolamento acústico e um acabamento mais refinado. Sua instalação é limpa, não utiliza água, é mais leve e de fácil instalação.

Entre em contato e solicite seu orçamento. Nossa equipe de especialistas está esperando pela sua mensagem.

Conforto Acústico

Como ganhar conforto acústico e térmico com Drywall?

Knauf é sinônimo de conforto acústico. Os sistemas Drywall Knauf permitem a obtenção de índices elevados de conforto acústico, atendendo às necessidades de absorção, atenuação e isolamento de sons, sem qualquer prejuízo aos diferenciais estéticos criados pelos arquitetos e designers de interiores.
Absorção é a capacidade de um material diminuir o número de reflexões do som nas faces internas de um ambiente (paredes, piso, teto e superfícies de móveis), o que torna inteligível uma conversa, um filme ou uma execução musical.
A linha de produtos Knauf inclui materiais que atendem plenamente a esse quesito, como as chapas para Drywall Knauf Cleaneo Acústico, indicadas para tetos monolíticos, os forros removíveis de fibra mineral Knauf AMF e os forros removíveis de gesso Knauf Danoline.
A par da inteligibilidade, é igualmente importante a privacidade, assegurada pelo isolamento sonoro. Este impede que os sons gerados em um recinto sejam ouvidos nos ambientes vizinhos. O nível de isolamento desejado é obtido com a configuração adequada das paredes drywall (largura, tipo de estrutura, número de chapas de cada lado e uso ou não de lã mineral no seu interior). Paredes Knauf W111 isolam de 34 a 47 dB; W112, de 42 a 55 dB; e W115 e W116, acima de 52 dB.
Os revestimentos Knauf W625 e W626, aplicados sobre paredes de alvenaria, melhoram em muito o isolamento acústico e são uma solução comum em edificações residenciais cujas paredes não atendem a Norma de Desempenho ABNT NBR 15.575.

Tipos de Drywall

Drywall verde(RU): esta chapa Drywall é para aplicações em ambientes úmidos como banheiro, cozinha e lavanderia. Com silicone e aditivos fungicidas misturados ao gesso.

Drywall rosa(RF): esta chapa Drywall é recomendada para lareiras e na bancada do cooktop, a chapa resiste ao fogo devido a presença da fibra de vidro na fórmula.

Drywall branco(ST): chapa Drywall básica empregada em forros e paredes de ambientes secos.

Tipos de Drywall
Resistência ao fogo

Os sistemas Drywall Knauf podem ser configurados para atender a diferentes níveis de resistência e reação ao fogo.

Resistência ao fogo: Refere-se à estabilidade, à estanqueidade e ao isolamento térmico durante um determinado período de tempo em contato com o fogo. No Brasil, a classificação é dada a cada 30 minutos, ou seja: 30, 60, 90, 120, indicando o tempo que a parede resiste em caso de incêndio.

Estabilidade: No período considerado, a parede Drywall deve manter-se estável, sem desmoronar. Com isso, a integridade da edificação é mantida e o fogo não se propaga com rapidez.

Estanqueidade: No período considerado, não pode haver passagem de fumaça de um lado para o outro, preservando as pessoas, pois a fumaça pode asfixiar e/ou intoxicar.

Isolamento térmico: No período considerado, a temperatura da superfície da parede não pode ultrapassar um determinado valor em Celsius.

Os três quesitos são importantes para determinar o tempo que o sistema resiste ao fogo e são determinados em ensaios normatizados feitos em laboratórios certificados.

Cuidados básicos com o Drywall

A tarefa de reparar o Drywall parece simples, mas não é, recomendamos sempre contratar um profissional especializado.



Existem 3 problemas identificados com o Drywall, são as trincas e fissuras, buracos pequenos e buracos grandes.

No caso trincas e fissuras o profissional especializado começa limpando toda área a ser recuperada e em seguida aplica a massa específica. Logo após, é inserido uma fita de papel microperfurado, que será pressionado com uma espátula. O especialista passa outra camada de massa e espera secar. Com a superficie lisa e uniforme, já é possível lixar e pintar.

Com buracos pequenos o procedimento inicial é o mesmo, limpar o local, preencher o furo com massa adesiva MAP utilizando a espátula pequena. Deixe secar, repita o processo até ficar imperceptível. Quando o Drywall estiver seco, o especialista vai lixar e pintar a superfície.

Normalmente em buracos grandes, retira um parte da placa para acessar as tubulações. Por dentro da área exposta, parafuse pedaços de perfis metálicos. O trecho novo deve ser fixado neles. Aplique massa para tratamento de juntas na superficie, além de fita de papel com a espátula e mais massa. Secou, pode lixar e pintar.

Características Técnicas



O sistema drywall é totalmente coberto por normas técnicas no Brasil, as quais abrangem os requisitos de seus componentes e os procedimentos de projeto e montagem de paredes, revestimentos e tetos. As normas têm força de lei e, portanto, devem ser seguidas rigorosamente em todas as fases, desde a fabricação dos materiais até seu uso final. As normas técnicas para sistemas drywall de paredes, tetos e revestimentos são:

• ABNT NBR 14.715:2010 - Chapas de gesso para drywall. Parte 1 – Requisitos. Parte 2 - Métodos de ensaio. - A parte 1 refere-se aos requisitos das chapas de drywall utilizadas nos sistemas de paredes, tetos e revestimentos, como identificação, aspecto, tipos de borda, características geométricas e físicas e comportamento sob ação do fogo, entre outros fatores. A parte 2 diz respeito aos métodos de ensaio das chapas, estabelecendo os procedimentos laboratoriais para a determinação das características geométricas e físicas.

• ABNT NBR 15.217:2009 - Perfis de aço para sistemas construtivos em chapas de gesso para drywall. Requisitos e métodos de ensaio. - As chapas de aço planas a partir das quais são produzidos os perfis devem ser de aço-carbono zincadas pelo processo contínuo de imersão a quente, com revestimento mínimo de zinco de 275 g/m2 (Z275), conforme norma ABNT NBR 7008, e ter espessura mínima de 0,50 mm.

• ABNT NBR 15.758:2009 - Sistemas construtivos em chapas de gesso para drywall – Projeto e procedimentos executivos de montagem.

Parte 1: Requisitos para sistemas usados como parede.

Parte 2: Requisitos para sistemas usados como forro.

Parte 3: Requisitos para sistemas usados como revestimento.

Drywall
Drywall

O sistema DRYWALL é uma das opções mais versáteis, sustentáveis e de fácil manutenção. Ele é produzido com placas de aço galvanizado e duas placas de gesso em suas extremidades, o que faz dele um material fácil de ser aplicado como divisórias ou no forro, tornando o ambiente muito mais elegante esofisticado.

Pagamento

Aceitamos pagamentos com as principais bandeiras e bancos, saldo em conta PagSeguro e boleto.

Visa
MasterCard
Elo
Boleto
Pagseguro